4 Animais INCRÍVEIS, mas perto da Extinção

4 Animais INCRÍVEIS, mas perto da Extinção

Atualmente, os cientistas têm observado atentamente diferentes espécies de animais devido à mudança climática que estamos experimentando agora.

Desde 2003, eles até registraram um declínio na população de animais do Atlântico, como o papagaio-do-mar, que estimasse em mais de 30% de declínio.

Com os problemas que estamos encontrando agora, os cientistas tentaram usar tecnologias altamente eficazes para rastrear as causas do declínio da população desses animais, como a do papagaio-do-mar.

Papagaios-do-mar são aves marinhas que são quase semelhantes aos pinguins em termos de forma e cor, isso deve ter sido causado pela evolução convergente.

Mas observação não é o único foco dos cientistas. Cientistas ou mesmo biólogos têm uma grande responsabilidade para com a nossa natureza e os arredores. Eles continuam a proteger e salvar as vidas de cada organismo para uma maior expectativa no crescimento da população de animais que diminuíram nesses anos.

O que você vai ler a seguir é uma lista de alguns animais que estão bem próximos da extinção.

1 – Golfinho do irrawaddy

Enquanto este golfinho não parece necessariamente como os tipos comuns de golfinhos que vemos na tv, canecas, anéis, brinquedos de pelúcia e travesseiros – faz parte da família dos golfinhos e ainda vale a pena salvá-los.

É facilmente reconhecível a partir de sua cabeça arredondada, em vez de alongada. A barbatana dorsal é menor do que a média e tem forma triangular. Alcança um comprimento de cerca de 2,3 m e pesa mais de 280 libras em maturidade.

Como um pouco de trivialidades, durante a década de 1970, os pescadores birmaneses costumavam chamar os golfinhos tocando os lados de seus barcos para que o golfinho nadasse em torno dele. Isso atrai peixes, e quando os pescadores tinham peixes presos em uma rede, eles compartilhavam suas capturas com o golfinho.

2 – Tigres em geral

As mortes não naturais de tigres estão aumentando alarmantemente beirando a extinção. Já foi registrado em uma pesquisa realizada pelo WWF que o número de tigres era de apenas 1411 tigres selvagens na Índia, 50 na China e menos de 3.200 nos EUA. Como todos os outros animais e seres humanos, os tigres têm o direito de sobreviver.

Os tigres que são classificados como gatos selvagens também são importantes para nossa sobrevivência. Estando no topo da pirâmide alimentar do ecossistema, seu bem-estar garante que todo o sistema esteja em ordem.

As três principais razões pelas quais os tigres estão morrendo hoje são a caça, conflitos com o homem e a perda do habitat.

A única maneira pela qual podemos parar a caça furtiva é garantindo que os pobres que matam tigres e vendem a pele para ganhar a vida consigam isso por outros meios. Uma vez que a caça furtiva acaba, o comércio ilegal de pele de tigre, seus ossos e outras partes se tornará impossível.

Hoje, os tigres estão perdendo seu habitat porque as pessoas estão destruindo as florestas, derrubando árvores por madeira com destruição em larga escala para indústrias e estradas em nome do desenvolvimento. Mas também temos que pensar nos aldeões cujas vidas dependem das florestas.

Para salvar nossas florestas, devemos ajudar os aldeões a ganhar renda digna para sua vida. Ao prevenir o desmatamento, não só ajudaremos os tigres, mas nós mesmos como as florestas são a fonte de nossos rios, córregos e desempenham um papel essencial na atração de chuvas e na prevenção da erosão do solo.

Os tigres são animais territoriais e eles precisam de seu próprio espaço único para viver. Então, se destruirmos seu habitat, eles se mudarão para criar seus próprios territórios. Nós temos que proteger nossas florestas para a segurança dos tigres.

3 – Rinoceronte de Java

O rinoceronte-de-Java é encontrado apenas no Vietnã e na Indonésia. Estima-se que há menos de sessenta rinocerontes-de-Java na natureza. O declínio deste rinoceronte começou na década de 1930 quando caçadores furtivos e caçadores os mataram em grandes números.

Estes rinocerontes foram caçados por seus chifres, que as pessoas acreditam ter propriedades medicinais e afrodisíacas.

4 – Lince Ibérico

O lince ibérico é outro gato ameaçado de extinção. Na verdade, está quase extinto, pois quase apenas 100 deles permanecem na natureza. O lince ibérico é vítima de desmatamento e caça.

Alguns deles também morreram durante o cruzamento de estradas construídas através do habitat do lince. Estima-se que menos de 100 lince ibéricos sobrevivem na natureza.

Conclusão

Isso tudo nos mostra o quão negativa pode ser a ação do homem, está é apenas uma parte insignificante da lista de animais que atualmente correm risco de serem extintos. Se fosse um artigo com a lista complete, você passaria dias para completar a leitura. A ação do homem pode ser brutal para a natureza, cabe a nós dar um basta nisso tudo.

Envie seu comentário